O reflexo dos feriados no comércio para 2015

O reflexo dos feriados no comércio para 2015
O grande número de feriados em 2015 é uma preocupação para o comércio varejista, porque acaba refletindo  de forma negativa na produtividade  e no faturamento da empresa. Para amenizar a perda nas vendas, o empresário lojista tem a alternativa de optar pela abertura em alguns feriados durante o ano.

Para amenizar o impacto no comércio, o Sincomércio atento ao problema, firmou na Convenção Coletiva de Trabalho 2014-2015, a permissão para  que o comércio abra em cinco feriados: 09 de julho (Revolução Constitucionalista), 07 de setembro (Independência do Brasil), 12 de outubro (Nossa Senhora Aparecida), 20 de novembro (Consciência Negra)  e 02 de dezembro (Aniversário da cidade). 

Apesar do custo com pessoal aumentar nessas datas, o funcionamento contribui para diluir os cursos fixos, amenizando as perdas na margem de contribuição e lucro. Os feriados permitidos para abrir cai próximo em uma data próxima a do pagamento dos salários, ou de alguma data comemorativa (datas especiais do comércio), fatores esses, que os consumidores estão mais propensos a consumir, vale também pensar em abrir aos domingos  para compensar a queda no faturamento.

Salientamos ainda, que o primeiro sábado após o quinto dia útil (data do pagamento) as lojas podem funcionar em horário especial das 9h às 18hs, portanto os empresários devem aproveitar essas datas para realizar as suas promoções para incrementar o seu  faturamento. Os consumidores devem estar cientes que a loja estará aberta, portanto a divulgação na mídia ou outros meios de marketing e, ou nas redes sociais é fundamental para atingir as expectativas, que também são alternativas para fidelizar os clientes e fomentar as vendas. 

Gener Silva
Presidente do Sincomércio
Vice-Presidente da FecomércioSP